6 de jul de 2010

Para um amigo


Hoje eu fui ver você, toquei na sua mão, fiquei triste e chorei. Pensei no seu sorriso e na sua careca.
Você foi guerreiro e, apesar dela ter vencido no final, você conseguiu chegar bem longe. Você venceu seus próprios medos, superou suas limitações, quis continuar quando tudo indicava que já não adiantava mais. Você foi um exemplo. Um doce, suave, e divertido exemplo.
Então tá. Qualquer coisa, eu sei onde é sua casa. Você foi morar com Deus, tenho certeza.
Te vejo na festa junina. Sempre tem. Em junho.

"A dor não é maior que a felicidade de ter conhecido você"


Escrito em 19/07/05

Para um amigo especial, que foi embora tão rápido quanto chegou em minha vida.

Sabrina Davanzo

Um comentário:

Marcello disse...

Anjos

Sempre aparecem em nossa vida fantasiados como amigos.

Hoje muitos deles, olham por nós, e continuam a viver em nossos corações,pensamentos e versos.

Bjs