21 de jul de 2010

Das coisas que só ele sabe

Me leva para casa, me leva para lua
se eu sou tua, me coloca perto de ti.
Que vida é essa que dói sem doer?
Me leva pra casa, me leva pra junto de você.
O que será que tenho de aprender?
Acho que não tenho conserto
sou um vazo oco, que não ecoa, que não ressoa.
Onde foi parar a felicidade que eu sentia?
Por que eu voltei?
O que tem para acontecer?
Eu não quero ficar...
Me leva pra casa, me deixa recomeçar
me tira desse vazio, desse frio.
Por que tive que reabrir os olhos?
Por quê?
O que ainda está por vir?
Eu não quero ficar...
Eu me lembro bem daquelas paredes frias
e de como foi voltar aqui...

Sabrina Davanzo

Um comentário:

Tunai Giorge disse...

"O que ainda está por vir." Incrível como pensamos nisso. Tbato nas horas boas quanto nas horas ruins. Vai entender...