15 de jul de 2010

Cavalinho de estimação


O cavalinho está preso com um cordinha a uma estaca e fica o dia inteiro marchando em círculo. Só para quando acaba a pilha ou chega a hora do vendedor ir para a casa.
Ninguém compra... a primeira vista parece tão sem graça.
Eu acho lindo e, embora não seja um brinquedo, entendo a situação do cavalinho.
Sei bem o que é estar presa a alguma coisa e não sair do lugar. Pena eu não ter a sorte do cavalinho. Não tenho um vendendor para me levar daqui. Não tenho sequer a energia que ele tem para marchar, ainda que isso não o leve a parte alguma.

Sabrina Davanzo


Ps: este brinquedinho vende perto do meu trabalho. E eu realmente queria ter um : )

2 comentários:

Nadine Granad disse...

Pois seu blog é encantador!
Bem se vê que é um ser inquieta[nte]!
Ótimo!

"Sei bem o que é estar presa"; "Não sei mais para onde ir"... Muitas dúvidas expostas na nudez das palavras! ;)

Abraços carinhosos =)

Andrea de Godoy Neto disse...

Sabrina, fiquei mesmo encantada, muito muito com teu blog!

menina, tuas palavras tem uma delicadeza imensa, parecem um sopro leve sobre a pele.

beijos
e obrigada por tua visita ao 'Olhar'