31 de dez de 2008

Um ano velho


Hoje é dia 31. Último dia do ano.
Já sinto saudade das coisas que sei que não irão voltar.
Não realizei tudo o que tinha planejado mas, em compensação, vivi momentos que não esperava.
Foram muitas lições.
Conheci pessoas maravilhosas, iluminadas. Convivi com pessoas sombrias e tristes. Vi pouco os velhos amigos, apesar de sempre tê-los no pensamento.
Chorei minhas dores e a daqueles que tanto gosto. Fui amada e tive a alegria de sentir a veracidade desse sentimento em cada olhar.
O mundo mudou. Assisti à fatos que me deixaram perplexa.
Para alguns a esperança renovou as forças. Para outros ela nem sequer apareceu.
Sonhei alto. Voei até onde foi possível.
Mudei de emprego, de estilo, de casa. Reatei um relacionamento.
Aprendi a gostar mais da minha profissão.
Descobri outras realidades. Me tornei mais espiritualista. Pensei mais no próximo. Infelizmente, agi pouco em seu favor.
Tive vontade de desistir, persistir, de me entregar.
Viajei pouco. Li muito.
Cheguei ao meu limite no banco, na paciência, na credulidade. Depois, redefini esses limites. Aprendi que as situações exigem flexibilidade.
Tomei refrigerante.
Fui egoísta, ansiosa. Doei carinho, atenção.
Pensei mais no planeta e prometi fazer a minha parte para colaborar.
Durante esses 365 dias, agi exatamente como acreditei que deveria ser.
Não me arrependo. Foi um grande ano. Cheio de novas experiências.
Em meu calendário, cada mês de 2008 foi suficiente. Passei por todos eles e agora sigo em frente. Nesse ano, sofri alguns arranhões. O que é completamente aceitável quando se precisa atravessar um longo e desconhecido caminho para ser feliz. E eu fui. Muito.
Quanto ao que não aconteceu, não me culpo. Outros 365 dias estão para despertar. São tantas possibilidades que não posso me dar ao luxo de questionar o que não se concretizou.
A partir de amanhã é um novo ano. Não sei o que me espera. Fico com a certeza de que tudo permanece igual, embora com a adorável chance de se fazer diferente.
Feliz 2009!

Sabrina Davanzo




7 comentários:

Marlise disse...

Lendo seu post, percebi que você realmente viveu, pois eu tenho a sensação de que adormeci a um longo tempo e ainda não consegui acordar. Preciso mudar minha vida. E muito. Que este 2009 traga mais felicidades a você. E que eu consiga ao menos despertar de meu sono profundo.

Sabrina Davanzo disse...

Marlise, desejo um ótimo 2009.
Que você possa realizar tudo que sonha, mudar, sair do lugar.
Boas realizações para vc!
Abraços e obrigada por sua presença aqui!

Anny disse...

Sabrina:
É isto. Descobri que suas palavras estão nas minhas entrlinhas. Impressionante!
Um exelente texto. Parabéns!

Qual é o seu signo?
Beijos.
Anny

Sabrina Davanzo disse...

Anny, não é que são parecidas nossas palavras? rs
Eu sou de touro! rs

Bjão!

Clara Gontijo disse...

Que em 2009 seus textos continuem frequentes, iluminando quem passa por aqui. E para que isso aconteça é bom que sua vida se encha de cores e luz também não é mesmo? é o que desejo!
Tudo de bom para você, alminha iluminada!
Sou fã número 1 do seu blog!

Andrea Guim disse...

Oi, Sabrina!!
Vim ler novas palavras e desejar FELIZ ANO NOVO!!!!
Bjs!

Sabrina Davanzo disse...

Olá, Andrea!
obrigada pelas visitas.. Um ano novo cheio de boas emoções para você!