8 de jun de 2009

Sobre inverno e o frio dentro de mim

Neste frio cinza que congela meus ossos, debaixo de camadas impessoais de casacos negros puídos, minhas meias coloridas me alegram, trazem a esperança de que sim, eu posso me aquecer. Sim, com paciência, logo chega o verão.

Sabrina Davanzo



7 comentários:

Papagaio Mudo disse...

poxa Sabrina,

não mereço um comentário?
por livre expontânea pedido pressão...
abraços,

Gus

ps: esse cantinho tá bem "cose".

Neotenia disse...

Bela analogia...

Agora ao invés de usar: "Depois da chuva vem o arco-íris!", vou usar: "Depois do inverno, vem o verão!"

Sabrina, super amo seus textos... São inpiradores!

Beijos...

Renata de Aragão Lopes disse...

Que meiguice!

Adoro minhas meias de toda cor
- e puídas! (risos)
O inverno tem suas delícias...

Imilena disse...

Adorei isso aqui, e virei sua seguidora tb,bjs e fica com Deus!!!

Sueli disse...

Xiiii ... acho que não vai gostar do meu post ...rs. (Estou gostando da visita do inverno neste outono). Beijinhos.

Valdemir Reis disse...

Amiga Sabrina honrado e feliz por visitar este importante, belo e original espaço... Parabéns pela boa escolha do tema postado, lindissima analogia, belo visual, precioso, uma maravilha. Registro a minha imensa satisfação ao passar aqui, valeu! Quero compartilhar com você o poema abaixo de William Shakespeare
”Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.”
Votos de um feriado repleto de alegria. Muita prosperidade e bênçãos. Paz, luz, saúde e proteção. Felicidades, um fraterno e caloroso abraço. Fique com Deus.
Valdemir Reis

BAR DO BARDO disse...

puxa vida, com respeito, mas eu também prefiro sol...