27 de out de 2010

Espanca

Quem é que nunca recebeu um duro golpe da realidade a ponto de não conseguir abrir os olhos?
Quem é que nunca tropeçou nas armadilhas do destino?
Quem é que diante da má sorte não chora feito menino?
E a gente nem sonha... Nem sonha o que se passa na lona depois de ser atingido.
Levanta... Leve... Levanta... Leva... levanta... lava...
Quem é que nunca se viu nas mãos de algo mais forte e poderoso que seus joelhos, tornando-se impossível não dobrar-se?
Atire a primeira pedra aquele que tem coração blindado, que tem o cotovelo engessado e nunca sentiu dor.

Sabrina Davanzo

Nenhum comentário: