24 de mai de 2010

Equilibrista

E não é que tem horas que a vida parece estreitar tanto, que a gente se vê caminhando sobre uma linha fininha, quase não cabendo, quase caindo no fundo do poço.
E haja força para manter o equilíbrio. E haja braços para cima, para baixo, tentando acertar o eixo. E não pode ficar parado, nem correr demais, nem desesperar, nem sentir medo, nem fechar os olhos. E ainda tem que aguentar o peso do coração.
Passar pela vida é mesmo um grande desafio.

Sabrina Davanzo

4 comentários:

XANDY disse...

...concordo em gênero, numero e grau...como diz a filosofia budista "viver é sofrer"...E COMO É BOM SOFRER!!! DIGO POR EXPERIÊNCIA PRÓPRIA...

Vieira Calado disse...

Passei para ver as novidades

e deixar

Beijinho.

Luana Gabriela disse...

Sabrina, lindo texto!

Boa Semana!

Bjos

Eliete disse...

Sabrina é verdade , e que desafio é esta vida!
Mas élinda, mesmo assim.beijinhos, Eliete