30 de mar de 2010

Só por hoje




Só por hoje quero imaginar que não existem fronteiras e que posso sair daqui agora mesmo e passar a tarde em Paris.
Só por hoje quero ter a certeza de que sei quem me tornei, de que sei quem eu sou.
Só por hoje quero aceitar que fiz as escolhas certas.
Só por hoje quero ver que todos nós somos perfeitos, sem nenhum defeito.
Só por hoje quero acreditar que as flores na janela nunca morrem e que amores e amigos vão estar sempre aqui quando eu precisar.
Só por hoje não quero enxergar essa realidade esmagadora e sentir a esperança.
Só por hoje quero fingir conhecer cada centímetro desse fio que se entrelaça às horas e forma a vida.
Só por hoje quero aceitar que não há nada além de nós neste universo e que minha busca incessante pode chegar ao fim.

Sabrina Davanzo


Um comentário: