28 de jan de 2010

Vista

A vida é um ponto de vista. Eu uso lentes coloridas. E, ainda que esteja no meio da rua, vou sempre dizer que estou em um camarote.

Sabrina Davanzo

3 comentários:

Djabal disse...

Hoje em dia a esperança está tão combatida, tão jogada às traças, que nos sentimos acolhidos pelas suas lentes e sua capacidade de síntese.
Felicidades sempre. Beijos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Fez-me lembrar de um poema meu!


Color-ir

A vida
é uma caixa sortida
de lápis de cor:

cada um
vive o tom
preferido que for.


Para isso,
as lentes coloridas! : )

Beijo,
doce de lira

C.G. disse...

Aiui Que lindo! Amei!
Bem que eu desconfiava do verde desses seus olhos! rs