5 de nov de 2010

Ítaca


- Ulisses, por que você tem andado tão parado? Nem parece satisfeito com esse aquário só para você...


- Ulisses, por que você não tem mais vontade de nadar nessa água toda sua?

- Ulisses, você não está feliz? Sua barbatana já não é mais tão colorida....

- Ulisses, você não percebe que tem toda a liberdade que precisa nesse espaço?

- Ulisses, você está seguro aí dentro...

Ulisses partiu e não houve como evitar. Às vezes, a gente pensa que está fazendo o suficiente: troca a água, lava o aquário, dá comida, conversa... Mas Ulisses desejava mesmo era essas coisas de peixes vividos, experientes...

- Você queria o mar, Ulisses. E o mar eu não poderia te dar. Desculpa...



Ps: Ulisses viveu por muito tempo em um áquario pequeno até que envelheceu e cansou de nadar sempre no mesmo lugar.


Sabrina Davanzo


3 comentários:

*-* Thaís Cavalcante *-* disse...

Sabrina flor! Que fôfo seu blog thuca! Te seguindo tá? Bjocas!

malu disse...

sabrina, que lindo esse texto!

sempre tive dó de peixe em aquário pq ele tem todo o mar pra explorar. igual passarinho na gaiola, que tem todo o céu pra passear!

lindo!

beijão

Fátima Scanoni disse...

Limites são sempre questionáveis.
Proteção ou prisão? E o pior é que nem sempre os "Ulisses" são as vítimas, podemos ser testemunhas de pessoas presas em aquários... mas Ulisses deve ter percebido que foi amado...