4 de ago de 2009

Trenzinho

Minha vida é igual a um trenzinho de parque: cheia de altos e baixos.
Quando desce sinto medo, apavoro, grito...
Depois que sobe, sou só gargalhadas. Olho para trás e não acredito que me desesperei. No final, tudo acaba valendo a pena e, não raro, sendo muito divertido.
Ah! Esqueci de dizer: o trenzinho não para. "Moça, me vê mais um ingresso!"

Sabrina Davanzo

3 comentários:

Clara Gontijo disse...

Que lindo! e to de carona num pedaço desse trenzinho! Olha eu girafa lá!

Renata de Aragão Lopes disse...

Montanha russa.

Ao menos,
a vida não é um trem fantasma! : )

Boas gargalhadas, colega!
Beijo,
doce de lira

BAR DO BARDO disse...

Gracinha! Tuas postagens estão entre as minhas prediletas!!!

Felicidades!