24 de abr de 2009

Sombras



Ele é desses sujeitinhos que sempre andam com os nervos expostos à flor da pele. Flor essa que é feita de espinhos e folhas murchas.
Briga com o trocador do ônibus. Reclama com a atendente da padaria. Discute com o vizinho de frente. Não dá um centavo para o pedinte. Sua casa, assim como sua alma, é vazia e tem a escuridão de sete palmos abaixo do chão.
O dono da banca da esquina o conhece bem e conta que a última vez que ele sorriu foi há muito tempo, ao despedir-se de sua senhora à porta de casa, quando essa saía para o trabalho. A mulher nunca mais voltou. Nem o sorriso dele.
Quem o vê julga-o mesquinho, resmunguento, mal humorado. O que ele tem mesmo é um imenso amor reprimido. Um desespero entalado na garganta. um deserto no lugar do coração.
Ele não sabe lidar com o amor que já se fez presente e hoje não mais está.

Sabrina Davanzo


14 comentários:

Carmem disse...

Infelizmente existem pessoas de mal com a vida!...Mas isso sempre tem um moivo obscuro... Pena!...Pois a vida seria tão mais colorida sem o mau humor!

Beijinhos e bom final de semana!

NiNah disse...

É triste, mas o dia que ele se libertar desse amor e permitir um novo os sorrisos estarão sempre presentes.
Bjos moça

juliana l. disse...

Ê ê... ele não é de nada... Oiá, essa cara amarrada é só um jeito de viver na pior...

Mudei a cara do blog, mas não sei se ficou legal.

Bjo
ju

Tonin disse...

É tão bonito o que escreve. Dá para perceber que vem mesmo da alma. Também adoro as ilustrações!
Parabéns.

Antonia

juba disse...

O típico cara valente: "Ê ê ele não é nada, essa cara amarrada é só um jeito de viver na pior..."

Papagaio Mudo disse...

Sabrina,

Alguns colhem rosas, enquanto ouros buscam os espinhos. Linda delicadeza de suas palavras.
Abs,

Gustavo

Su disse...

Simplesmente MARAVILHOSO!
Queblog adoravel o seu!!!
Voltarei sempre sempre!
Bjos!

Eduardo disse...

=(

luzdeluma disse...

Então, tem gente que tem vocação para a infelicidade, daí quando arruma um motivo, esse motivo vira pretexto! Se perdeu um amor, taí um bom motivo para arrumar outro amor. Ou nao amar ninguém! As pessoas confundem tudo, não é necessário amar para ser feliz! Boa semana! Beijus

Shi disse...

Achei lindinho seu blog..
Segui ok?!

Susanna disse...

Que maneira generosa de perceber o outro...


Linda a sua casa!

Beijos!

Obrigada pela visita!
Além de retribuir, linkei vc no Topografia de Interesses, meu outro blog.

LiLi disse...

Depende do olho de quem vê sempre... Pora trás de cada olhar existem histórias. Umas nunca serão lidas. A relação de causa e efeito se estabelece para todos sem exceção.

Beijos, Sasá...
Sua leitura de mundo é sempre encantadora, independente do mundo que lês..

Maria disse...

Só quem sentiu sabe...
dói, né?

História sábia e linda, como sempre.

Meu beijo

BAR DO BARDO disse...

Sujeitinhos asim precisam de nossa compreensão e, principalmente, de nosso amor.