12 de jan de 2011

Menino

O tempo se assemelha ao menino que corre solto quando ninguém o segura pela mão.
Deixa o tempo ir...
Se não der corda, o tempo não zomba, não se demora.
O tempo passa sorrindo quando está livre.
O tempo, assim como o menino, não foi feito para ficar preso aos pés das vontades.
Tem vida própria o menino. E cresce e vai longe...
Se te assentas na beira do rio e gasta tuas horas a distrair-te, o tempo ganha asas e voa. Some como o menino que se enfia em algum canto e a mãe procura e procura. Mas se te assentas à espera de alguém, ele faz manha, se agarra em teus cabelos e não sai de perto.
Deixa o tempo brincar...
Como um menino levado que tira tudo do lugar, o tempo também muda tudo. O tempo muda sentimentos, muda o menino, faz ele virar homem. Eis o poder do tempo.

Sabrina Davanzo

4 comentários:

Marcello disse...

Tempo, o senhor do Universo.

Gostei bastante Sabrina, beijos.

Felipe Attie disse...

Tempo, nosso maior medo.

Maria disse...

Muito sabida você, moça.

=)

um beijo

pelo amor e o odio disse...

você é bem criaativa ! Belo blog ; )



visita o meu gente ?
http://peloamoreoodio.blogspot.com/

beeijoos