13 de out de 2009

Endereço


Meu coração arrumou uma casinha simples para eu morar. Com poucos móveis, quando canto, minha voz até ecoa pela salinha. O espaço é tão pequeno que não tem jardim. Não há uma janelazinha para apoiar os cotovelos e dizer bom dia a quem passa.
Fico o dia todo a esfregar uma mão na outra, esperando que alguém bata à porta. Mas parece que não há vizinhos também. Pelo menos eu não os ouço.
Acho que meu coração se enganou... Preciso me mudar logo desse lugar. Não é nada agradável viver em uma rua que se chama Solidão.

Sabrina Davanzo

Um comentário:

Samelly Xavier disse...

Pior ainda é caminhar por essa rua..

Lindo o seu blog.

Beijos recitados