13 de out de 2011

Deve ser por isso..


- Então ela me perguntou: Por quê? Por quê? POR QUÊ?
- E eu lhe respondi: Sinceramente? Não sei! Mas, aconteça o que acontecer, não olhe para trás. Não dê ouvidos e, principalmente, não deixe ele perceber que ainda a faz tremer.

-E o que ela achou disso?
- Deu de ombros. E me perguntou de que adianta ele não saber se ELA sabe. Ela queria não saber de nada disso também.
- Você tem ideia de por que essas coisas acontecem?
- Acho que é porque o tempo é meio como você.... Devagar. Demora muito para fazer as pessoas se afastarem umas das outras.
- Mas eu não pertubo...
- O que não quer dizer que não está lá, traçando o seu caminho e, invarialvemente, cruzando o de alguém que não o quer por perto.

Sabrina Davanzo


2 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Mais um imundo no mundo impuro. disse...

é, é por isso.

Abraços Imundos...